Temporal deixa estragos em todos os bairros da Ilha do Governador

Todos os bairros da Ilha do Governador ficaram sem luz durante toda a madrugada e parte do dia

Árvore centenária desaba sobre a calçada na Praia do Barão. Foto: Geísa Martins

O forte temporal que atingiu o Rio de Janeiro na madrugada desta quarta para quinta-feira deixou diversos estragos em todos os cantos da Ilha do Governador. Postes, muros, placas e mais de 150 árvores, caíram por conta do grande volume de água. Duas torres de iluminação do estádio da Portuguesa desabaram no gramado.

Todos os bairros da Ilha ficaram sem luz durante toda a madrugada. Durante o dias a energia elétrica foi sendo restabelecida gradualmente. Equipes dos Bombeiros, Guarda Municipal, Superintendência Regional, XX RA, Comlurb e Polícia Militar trabalham nas ruas para a normalização da ordem pública.

Um dos ‘cartões postais’ do Jardim Guanabara, o Deck da Praia da Bica, está com seu acesso danificado.

Diversos bolsões de água, alguns com mais de 1 metro de altura, foram criados em muitas ruas. A Estrada do Galeão parecia uma rio enquanto que em ruas como a Pio Dutra e Arujá, ambas na Freguesia, e Estrada da Bica, o cenário era de enchentes. Vias principais como Avenida Paranapuã (altura do Mundial), Corredor Esportivo e Praia do Barão ficaram boa parte do dia interditadas por conta de árvores caídas.

Muitos moradores ainda contabilizam os prejuízos com móveis perdidos, telhados e carros atingidos por árvores e muros.

O Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), conhecido como Hospital do Fundão, suspendeu as cirurgias marcadas para hoje, devido à mudança na rotina das pessoas decorrente dos estragos provocados pela forte chuva das últimas horas. A assessoria do hospital informou que as cirurgias e internações eletivas foram suspensas até que a situação seja restabelecida.

De acordo com o Centro de Operações da prefeitura do Rio, em nove horas, choveu no Rio de Janeiro 75% do esperado para todo o mês de fevereiro. A cidade ficou mais de cinco horas em estágio de crise devido à chuva forte, acompanhada de vento e raios.

Temporal causa estragos na Ilha do Governador (1)
ArrowArrow
Slider