Romeu e Julieta: casal negro viverá romance proibido de Shakespeare na Ilha

A atriz Cinara Leal e o bailarino Leonardo Azevedo vão encenar o clássico de Shakespare nos 82 minutos de desfile da União da Ilha.

A atriz Cinara Leal e o bailarino Leonardo AzevedoO romance proibido de Romeu e Julieta vai ganhar uma versão bem brasileira na Marquês de Sapucaí. A União da Ilha resolveu colocar um casal de negros para dar vida aos personagens mais famosos de Willian Shakespeare.

A tricolor da zona norte vai homenagear a capital da Inglaterra com o enredo De Londres ao Rio: Era uma vez uma… Ilha. A terra da rainha Elizabeth vai cair no samba da cidade maravilhosa na segunda-feira de Carnaval (20 de fevereiro).

A atriz Cinara Leal e o bailarino Leonardo Azevedo vão encenar o clássico de Shakespare nos 82 minutos de desfile da União da Ilha. Para Cinara, a Marquês de Sapucaí é o lugar perfeito para uma releitura verde e amarelo da história do escritor inglês.

– O Carnaval do Rio tem essa característica de misturar etnias, classes e culturas. Seremos Romeu e Julieta dos trópicos, de pele curtida.

Cenário humano
Na avenida, a perfomance da dupla contará com o reforço de dez bailarinos. Graças a um trabalho de expressão corporal, a trupe formará o cenário principal do romance. Os dançarinos vão se transformar na famosa sacada do castelo de Julieta.

Leonardo está empolgado com a chance de interpretar o galã da literatura mundial. O trágico fim dos pombinhos também será revivido na avenida. O bailarino conta que a morte dos personagens deve emocionar o público.

– Vamos levar muitas supresas para avenida. Estamos com uma responsabilidade grande nas mãos.