Orquestra sinfônica da Holanda se apresenta nas unidades do Degase, na Ilha do Governador

Foto: Márcia Costa
Fotos: Márcia Costa

A orquestra sinfônica holandesa Ricciotti Ensemble, conhecida por tocar em lugares “inusitados” ao redor do mundo, fez uma apresentação especial, nesta segunda-feira, dia 17, para os adolescentes em conflito com a lei das unidades do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), na Ilha do Governador, instituição que pertence à Secretaria de Estado de Educação (Seeduc). No repertório, os mais de 40 músicos adaptaram funks cariocas, MPB e outros estilos em ritmo de música clássica.

A orquestra reservou o dia para as apresentações no Degase. Os músicos, com idades que variam de 20 a 25 anos, chegaram entusiasmados à unidade, vestindo roupas coloridas e carregando seus instrumentos. Depois de um breve ensaio, cerca de 50 adolescentes que cumprem medidas socioeducativas chegaram para assistir a apresentação. Ao soar dos toques das primeiras músicas, os olhos dos jovens ficaram atentos e observaram o balançar dos instrumentos e os sons que ecoavam pelo local. Dois jovens brasileiros que tocam na orquestra explicaram as canções e contaram suas histórias, destacando como a música clássica entrou em suas vidas.

Circuito Ilha – Middle

Em determinando momento, o regente da orquestra, Leonard Evers, saiu do seu palanque e o grupo chamou um adolescente do Degase para assumir as batutas e interagir com os músicos, conduzindo os artistas que seguiam seu compasso. Em seguida, a cantora mineira Ceumar também fez sua participação, tocando pandeiro e violão e soltando sua voz com os músicos. No entanto, o momento mais emocionante ficou para o final.

orquestra-sinfonica-da-holanda-se-apresenta-nas-unidades-do-degase-na-ilha-do-governador-2Dois adolescentes que cantam funk e cumprem medidas socioeducativas no Degase subiram ao palco e apresentaram duas músicas de autoria própria. Os músicos da orquestra observaram, escutaram e começaram a tocar com a dupla.

– Uma das propostas dessa orquestra é aproximar o público jovem da música clássica, tocando em lugares abertos ao público e em outros espaços que poucos imaginam que este estilo musical possa chegar – disse o secretário de Estado de Educação, Wagner Victer.

A apresentação da orquestra foi promovida pela Seeduc juntamente com a Coordenação de Cultura, Esporte e Lazer (Cecel) do Degase.