Etapa Noturna 970×250
Entrevistas

Nathalia Wigg fala de sua carreira e de seus prêmios

Nathalia WiggAos 26 anos a escritora insulana Nathalia Wigg vem colecionando prêmios. Graduada em Letras (Português/Literatura) e pós-graduada em Língua Portuguesa, a escritora já produziu centenas de textos e já publicou seus trabalhos até no exterior. Em 2010, Nathalia foi selecionada para o 5° Desafio dos Escritores do Núcleo de Literatura da Câmara dos Deputados, onde chegou à final e obteve o 4° lugar. Segundo a escritora, esse Desafio, muito mais do que um concurso, foi uma importante e excelente oficina literária.

Como surgiu a literatura em sua vida?
Através de uma mensagem que recebi aos 11 anos de idade, durante um sonho. Desde então, já sabia que seria escritora.

Etapa Noturna 970×250

Quais escritores você admira e quais inspiram sua carreira?
Admiro muitos escritores. Todos que eu admiro me inspiram de uma forma ou de outra. Robert Kastenbaum, Carlos Castañeda, Eckhart Tolle, Paulo Coelho, Antoine de Saint-Exupéry, Nietzsche, Erico Verissimo, Monteiro Lobato, Machado de Assis, Mário Quintana, Proust, Clarice Lispector, Carolina Salcides, Celiomar Cardoso, Simone Pedersen, Heloísa Galves, Luís Delgado, Juliana Silva Valis, Andressa Savoldi, Geraldo Trombin, Tatiana Alves Caldas, Cris Dakinis, Walther Moreira Santos, Henriette Effenberger, Rosana Banharoli, José Ronaldo Siqueira Mendes, Zulmar Lopes Vasconcellos, Alexandre Gomes, Sebastião Bonifácio Junior, André Kondo… Tem muita gente boa! Há mais!

Tem idéia de quantos textos já produziu e quantos foram publicados?
Essa pergunta é difícil. Não sei lhe dizer com exatidão. Produzi centenas de textos (incluindo poemas, crônicas, ensaios, contos, minicontos…). Tenho trabalhos publicados em mais de 45 antologias no Brasil e no exterior.

Quantos prêmios você já conquistou durante sua carreira e no ano de 2010 e quais os que você destaca?
Até o momento, somando seletivas e concursos, obtive mais de 60 classificações. Em 2010, recebi 22 prêmios literários. Bem, quais eu destaco? Todos. Cada um deles me proporcionou algo maravilhoso. Ter o trabalho reconhecido, e receber o carinho daqueles que admiram o que você faz, não tem preço! Em novembro, estive na cerimônia de premiação do XI Concurso de Poesia Casimiro de Abreu. Mais de 400 escritores brasileiros participaram do certame. O meu poema “Nosso silêncio” ficou em 1° lugar.

Como surgiu o livro “Essência Azul” e o que ele aborda?
Lancei “Essência Azul – O sagrado caminho das estrelas” em 2008. Publicar esse livro foi algo que surgiu naturalmente e inevitavelmente, pois, desde cedo, me predestinei a escrever (não sei se fui eu que escolhi  essa profissão ou se foi ela que me escolheu). O livro é composto por poemas, contos e crônicas. Foi ilustrado pelo artista plástico Leandro Guinard. Os textos, cujos temas são diversos, contêm reflexões com matrizes filosóficas e psicológicas. Uma frase do livro que o define bem: “A essência azul é a luz que o homem recebe ao resgatar a própria alma”.

Quais seus planos para 2011?
Ler, pesquisar, escrever, continuar participando de concursos literários. O resto é surpresa.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados