Monique Evans sofre ataque homofóbico e diz que vai procurar a polícia

A informação foi dada pela própria artista, de 60 anos, em forma de desabafo na internet

Monique Evans e Caca Werneck. Foto: Reprodução
Monique Evans e Caca Werneck. Foto: Reprodução
Portal SRZD

Monique Evans, que há três anos se relaciona com DJ Cacá Werneck, declarou nesta segunda-feira (24) que irá prestar queixa após ser vítima de ataque homofóbico.

A informação foi dada pela própria artista, de 60 anos, em forma de desabafo na internet.

“Olha o que recebemos: Depois de quase três anos de relacionamento, ainda sou agredida dessa forma. Isso é preconceito e eu posso e devo processar!!! Não fazemos mal a ninguém, apenas queremos ser felizes. Nos amamos demais e é isso que importa!!!”, escreveu a artista em seu Instagram.

A mãe de Bárbara Evans decidiu tomar providências e compartilhou a mensagem ofensiva que recebeu em seu perfil no Instagram.

Ela não escondeu a indignação e ressaltou que desta vez vai recorrer à polícia.

“Vamos à polícia prestar uma queixa. Porque foi muita maldade o que essa pessoa escreveu e isso precisa acabar. Fazia tempo que a gente não sofria ataques desse tipo. No início tinham muitos, mas depois parou. Mas esse foi forte demais. Além de atacar o meu relacionamento, me chamou de velha. As pessoas precisam aprender a ter mais amor pelos outros”, desabafou Monique.

Monique Evans sofre ataque homofobico e diz que vai procurar a policia 2

Fonte: www.srzd.com/entretenimento/monique-evans-sofre-ataque-homofobico-e-diz-que-vai-procurar-policia