Mestre Ciça troca a União da Ilha pela Viradouro

Presidente Ney Filardi publicou nota oficial fazendo duras criticas à saída de Ciça

Foto: União da Ilha

Após comandar a bateria da União da Ilha nos últimos quatro Carnavais, com trabalhos elogiados, Mestre Ciça está de saída. O agora ex-comandante do ‘Bonde da Caveira’ estará à frente da Viradouro, escola campeã do Grupo A que retorna ao Especial ano que vem.

Ciça, liderou os ritmistas da escola de Niterói por dez anos consecutivos, entre 1999 e 2009, e deixou sua marca. Ele entra no lugar de mestre Maurão, que atuou no cargo nas duas últimas temporadas.

O presidente da União da Ilha, Ney Filardi, não escondeu a irritação com a saída de Ciça e publicou uma dura nota através do perfil oficial da União no Facebook. Ney afirma que já havia feito acordo com Ciça para permanecer na Ilha em 2019, inclusive diz que ele “Ignorou o seu contrato de renovação, que bem antes do desfile estava assinado. Coisa de maluco, porque deve ter esquecido o valor da multa rescisória”

“A União da Ilha te deu a mão e agora você deu as costas para ela. Seja muito feliz com o dinheiro que você ganhou. Não sei quanto e nem quero saber… Nesses três anos que você trabalhou na União da Ilha, sempre recebeu rigorosamente em dia. Você estava desempregado, abandonado, desacreditado e, mesmo assim, resolvi te dar uma chance. Nunca havia ganhado um “Estandarte de Ouro”. Ganhou sim, mas muito se deve aos nossos ritmistas. Não existe bom mestre, sem excelentes ritmistas, o que não falta na bateria da União da Ilha! A União da Ilha é uma fábrica de grandes mestres e continuará sendo.” escreveu Ney.

O presidente também comentou que o novo ou os novos diretores de bateria serão avaliados em reunião neste sábado.