HIG Super Banner
Esportes na Ilha

Lusa investe na prevenção de lesões para temporada 2019

Meia-atacante Rodrigo Andrade faz o exame da baropodometria. Foto: André Oliveira

Determinada a obter bons resultados na temporada 2019 em que a Portuguesa terá ao pela frente o Campeonato Carioca, Brasileirão Série D e a Copa Rio, o departamento médico do clube está realizando desde o inicio da pré-temporada, no dia 15 de outubro, baterias de exames médicos e fisioterápicos para avaliar as condições físicas de cada atleta e atuar na prevenção de lesões.

Na sexta-feira (16), os atletas foram submetidos, sob a orientação do fisioterapeuta Alexandre Cabral, ao exame de baropodometria, que identifica possíveis alterações biomecânicas nos pés, tanto parado ou durante a marcha. Trata-se de uma parceria feita com a clínica Passo a Passo Palmilhas, que vai estampar sua marca nos calções da Portuguesa durante os jogos. Para corrigir anormalidades identificadas individualmente em cada atleta, a clínica vai confeccionar palmilhas esportivas específicas.

Paulinho Serra Super Banner

– Estamos contentes em fechar essa parceria com a Portuguesa, um clube que cresce nos últimos anos no cenário carioca. A baropodometria faz parte dos exames necessários para atletas de alto rendimento, como é o caso do futebol. Através das palmilhas, vamos buscar corrigir a postura de pisada de cada atleta e evitar sermos surpreendidos por lesões, durante o ano – conta Alexandre.

No mesmo dia, os jogadores realizaram exercícios funcionais de movimentos, conhecidos como FMS, que documenta padrões fundamentais para o bom funcionamento corporal. Nos exercícios são identificadas limitações funcionais e assimetrias, que serão mapeados para restaurar a circulação adequada e construir a força de cada indivíduo. Os exercícios foram conduzidos pelo departamento de fisioterapia do clube.

Até o fim do mês de novembro, o elenco profissional da Lusa vai realizar também avaliações biocinéticas para mapear os principais fatores de riscos para lesões e identificar se a capacidade motora e física do praticante está adequada ao volume e intensidade do treinamento praticado. As avaliações são feitas com tecnologia 3D e fazem parte de uma parceria da Lusa com a clínica Biocinética 3D.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados