Etapa Noturna 970×250
Ilha do Governador

Fernandinho, chefe do tráfico na Ilha, é morto durante operação da PM

Traficante estava no poder há 15 anos

Traficante há mais tempo foragido no Rio, Fernando Gomes de Freitas, o Fernandinho Guarabu, foi morto durante uma operação da Polícia Militar no Morro do Dendê, na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, na manhã desta quinta-feira. Outros quatro suspeitos também morreram na ação. Contra Fernandinho, existiam, até abril deste ano, 14 mandados de prisão expedidos pela Justiça.

Etapa Noturna 970×250

A PM planejou a operação no local após receber a denúncia de que bandidos se reuniriam na comunidade. A ação, que tem à frente a Corregedoria da Polícia Militar, foi batizada de “Repugnare criminis”. Foram apreendidos um fuzil, quatro pistolas, granadas, drogas, carregadores, radiotransmissores e também cadernos com anotações do tráfico.

O traficante, que além do Dendê, comandava o tráfico outras comunidades da Ilha há cerca de 15 anos. Ele nunca foi preso. De acordo com o coronel Mauro Fliess, a ação no Dendê continua. O policiamento no entorno da comunidade está reforçado.

— O entorno segue reforçado, para a evitar atos de vândalos — disse o oficial.

Fernandinho estava há 15 anos no controle do tráfico de drogas de favelas da Ilha do Governador e nunca foi preso — nenhum traficante ficou mais tempo no comando de comunidades cariocas. Até março de 2017, o Disque-Denúncia oferecia R$ 10 mil por informações sobre Guarabu. Em 2018, quando uma investigação realizada pelas polícias Civil e Militar mostrou que o criminoso pagou propinas a pelo menos 19 PMs para não ser preso, o valor da recompensa passou de R$ 10 mil para R$ 30 mil.

Mostrar mais

Artigos relacionados